Marketing Digital: as 20 tendências para apostar em 2020

Fique por dentro das tendências do Marketing Digital, uma das estratégias que mais cresce no Brasil para geração de novos negócios, captação de leads e posicionamento de marca

Quanto o Marketing Digital é relevante para sua empresa hoje? A pesquisa “Maturidade do Marketing Digital e Vendas no Brasil” realizada em 2019 pela Rock Content, Resultados Digitais, Mundo do Marketing e Vendas B2B, revelou que 94% das empresas investiram no Marketing Digital como estratégia de crescimento do negócio. Dos participantes, cerca de 95% também afirmaram que precisam melhorar suas estratégias nesse segmento.

Seja qual for o estágio ou nível de conhecimento na área digital que a sua empresa se encontra, estar por dentro das tendências para 2020 é um bom começo. Por isso, confira 20 ideias que renderão bons resultados nesse ano:

  1. Podcasts:

Esse é o ano dos Podcasts. A tendência, que só vem crescendo desde 2014, teve o seu “boom” em 2019 e em 2020 promete manter o seu crescimento, ganhando espaço também entre as marcas, que começarão a ter os seus programas e produzir conteúdo específico para essa plataforma. Segundo o Ibope, 40% dos brasileiros das classes A, B e C já ouviram um podcast e o Spotify informou que, em 2019, o consumo desse recurso cresceu 67%.

  1. Cresce o investimento no Facebook:

Driblar o algoritmo do Facebook através de conteúdo orgânico? Se em 2019 já estava desafiador, em 2020 essa estratégia está ainda mais difícil. Isso porque o alcance de fanpages na plataforma continua caindo e, por isso, sua empresa não conseguirá fugir de anúncios no Facebook.

  1. Crescimento de buscas por voz:

Você sabia que as buscas por voz já representam 20% das pesquisas? Com esse crescimento, as empresas começarão a levar em consideração esse perfil de usuário em suas estratégias de SEO para 2020.

  1. A febre dos Streamings:

A verdade é que todo mundo quer ter o seu: com os lançamentos da Apple TV+ e Disney+, o Netflix ganhou dois poderosos concorrentes e, as demais empresas, um ‘presságio’ de que os vídeos seguirão como principal formato de consumo na web.

  1. Transparência de preços:

A verdade é que as pessoas estão cada vez com menos paciência para marcas que querem ‘esconder o jogo’ no Instagram. Por isso, usar do recurso de compras/preço na plataforma é tendência para esse ano. Quanto mais transparente a marca, melhor!

  1. Uso de chats privados:

É tempo de usar e abusar do WhatsApp, Direct do Instagram e Messager para a comunicação direta com o cliente. Muitas marcas, inclusive, estão oferecendo – no lugar da assinatura de newsletters – a participação em grupos no WhatsApp ou Telegram, com a promessa de entrega de conteúdo exclusivo.

  1. Lugares instagramáveis:

Uma tendência também para unir as estratégias on e off é investir nos lugares instagramáveis dentro da loja ou evento. Além disso, produtos instagramáveis também são uma aposta certa. A Starbucks, por exemplo, lançou uma bebida de arco-íris que viralizou no Instagram devido ao seu estilo diferente e colorido.

  1. Realidade aumentada:

Essa tendência ainda está no início, mas já apresenta um grande potencial para os próximos anos. De acordo com o relatório de Realidade Virtual e de Realidade Aumentada nos negócios da Digi-Capital, o mercado de RA/RV alcançará US$ 180 bilhões até 2021. Bom ficar de olho!

  1. Nova Lei de Proteção de Dados:

Neste ano a Lei será colocada em prática e é importante que seu negócio esteja de acordo com todas as normas.

  1. Diversifique os seus canais:

Jamais foque em somente uma plataforma de interação com seus clientes. Diversifique investimento em redes sociais, e-mails marketing, grupos fechados, podcasts e muito mais! Neste ano, o Facebook iniciará testes nos anúncios do Instagram e Whatsapp e, por isso, contar somente com essas plataformas pode ser uma estratégia fracassada.

  1. Stories: esqueça banners ou fotos:

Os stories são, atualmente, o conteúdo mais consumido pelos usuários e, por isso, é importante investir em estratégias específicas para esse canal. Uma dica: artes e fotos geram um alcance bem menor, o que funciona são os vídeos – especialmente os que tem rostos aparecendo.

  1. Anúncios no Whatsapp:

Em 2020 será possível anunciar também no Status do Whatsapp!

  1. Inteligência Artificial:

Já entrou num site e foi convidado a participar de um chat com um ‘robô’? Essa tendência crescerá em 2020, permitindo que os processos fiquem cada vez mais automatizados para as empresas.

  1. O ano do conteúdo:

E-books são coisa do passado? Não é bem assim! Cada vez mais cresce o consumo de e-books e cursos gratuitos. Por isso, invista nessa estratégia para captar leads e vender o seu serviço ou produtos.

  1. Comunicação real:

Os feeds lindos, muito planejados e harmônicos ficaram para os influenciadores digitais. Para as marcas, o que gera cada vez mais resultado é a comunicação antenada no factual. Invista no real time!

  1. Live no Linkedin:

Em breve a plataforma disponibilizará a live para todos os usuários. Será uma excelente forma de engajar os seguidores através de um conteúdo de interesse dos usuários dessa rede social.

  1. Rankeamento no Google:

Agora, para conseguir uma boa posição no Google de forma orgânica, sua empresa também precisa se preocupar que outros sites estejam falando sobre você. Por isso, a assessoria de imprensa focada no digital vem com força para 2020. Falamos mais sobre esse serviço aqui.

  1. De olho na concorrência:

Na era das redes sociais, o seu concorrente não é somente quem vende o mesmo produto ou serviço que o seu. Agora, é preciso ficar de olho em empresas de diferentes segmentos que estão captando o seu público. Invista na produção de conteúdo e não fale somente sobre o seu negócio.

  1. Atenção para o público mais velho:

Esse nicho tem crescido no mercado e, no Facebook, já somam mais de 40% os usuários da plataforma acima de 65 anos. Por isso, reavalie o seu planejamento para produzir conteúdo, produtos e serviços voltados para essa faixa etária.

  1. Marketing de Influência:

A pesquisa #Hashtag Seguidores revelou que 43% dos usuários afirmam seguir influenciadores e acompanha-los diariamente. Por isso, investir no marketing de influência se mantém como um bom negócio. Mas atenção: planeje as estratégias corretas para a sua marca! Um publipost comum, por exemplo, já não gera tanto efeito como antes. Mas uma campanha estruturada com o influenciador correto pode alavancar a sua empresa.